30 de outubro de 2015

DIA 34 - BOLACHAS, MALAGUETAS, E ALGUMAS "CÃEFUSÕES"

Há lá coisa melhor que começar o dia numa sala de professores?
 Sim! Claro que sim! Há, não uma, mas várias coisas melhores do que essa, no entanto, como o Euromilhões anda às avessas comigo, lá fui eu para a dita sala, onde a confusão já estava instalada:
- Olha lá, quem é que ratou as bolachas? - perguntou-me a L., com um ar de revolva contida.
Do que estava ela a falar, perguntei-lhe. Que alguém tinha ido à minha parte do cacifo, tinha aberto e ratado as duas bolachas do pacote. Que não estava certo, dizia-me e eu concordava, nem sequer me atrevendo a discordar.
Mas não se ficou por aqui, ouçamo-la:
- Como comi as tuas bolachas, fui comprar mais e ontem, para acompanhar o café fui buscar o pacote que restava e olha, nada!
Não está certo, de facto, dizia eu, entendendo perfeitamente a indignação da L. por alguém ter ratado as minhas bolachas, que ela me ia roubar!
Começaram as averiguações: a L. não poderia ter sido, a N. também não, porque essa nunca sabe nada, nunca vê nada, nunca rouba nada, só restava a A.R., seguramente a responsável por tão grave delito. E digo seguramente, porque como não estava na sala, não teve oportunidade para dizer que também não tinha sido ela. Ora se não negou, quem terá sido???
Ao olhar para o cacifo, tinha lá um presente: dois molhinhos de malaguetas, que agradeço, em meu nome e da D.G. . Graças a isso, temos agora o cacifo mais hot da escola.
Antes de sair, a N. deu-me o Raul, , de quem se despediu, assegurando-lhe que seria apenas um fim-de-semana e estaria de volta. Trouxe-o comigo e foi um sucesso. Desde a D.ª C., que ainda não o conhecia e ficou encantada e com um bocadito de inveja, que bem vi, à senhora que lava as escadas do meu prédio, com quem me cruzei à entrada e que comentou:
- Olha que bichinho tão bonito! - enquanto lançava um olhar embevecida.
Quem é o Raul?
Dele falarei num outro dia, até lá, fica o mistério.
Estarão todos a perguntar-se se eu hoje não falo dos alunos. Falo, pois: cá vai: está calado e presta atenção, vira-te para a frente, vai lá fora arejar as ideias. Pronto, já está!

Sem comentários:

Enviar um comentário